16 de abr de 2008

Interoperabilidade

Palavra difícil, não? Para ser sincero, entrei na sala de uma palestra no Microsoft Directions 2008 (evento anual da Microsoft) interessado no tema "Governo Eletrônico" e a última palavra que esperava escutar era Linux.

Santa ignorância!

O palestrante, Fabio Cunha, disse enfaticamente que a Microsoft tem agora uma "nova percepção" e está engajada na tal interoperabilidade com sistemas Linux. Mais especificamente Suse Linux. Balela? Não sei. Nos foi dito que o maior laboratório de testes de sistemas operacionais Linux é o da Microsoft. Pois é! Difícil de acreditar. Ao final da palestra eu tive uma breve conversa com o Fabio Cunha na tentativa de entender um pouco mais dessa nova percepção, e ao comentar que utilizo Linux no dia-a-dia ele me perguntou muito rapidamente:

- "É Redhat? Porque se for, digo já para migrar para o Suse."

Não, muito obrigado. Utilizo Debian nos meus filhos... ahan... quero dizer servidores, e estou muito satisfeito por enquanto. Mas essa pergunta indica um esforço grandioso da Microsoft em ampliar a utilização do Suse. Futura aquisição? Na situação em que a Novell se encontra, não é impossível.

E por falar em interoperabilidade, meu próximo post será um tutorial rápido e completo para "interoperabilizar" o Debian Linux com o Active Directory. OK, OK, um tutorial para o Debian Linux autenticar no A.D. :-)